96

Brasileiros identificam proteínas que podem prever gravidade da Covid-19

No dia 01 de fevereiro, a Agência Fapesp divulgou estudo realizado por pesquisadores da FOB-USP, em parceria com o Hospital Estadual de Bauru, que identifica sete proteínas presentes no plasma de pacientes hospitalizados que abrem caminho para novos tratamentos e metodologias capazes de identificar casos de Covid-19 que tendem a se agravar. A notícia teve repercussão nacional. Confira os principais links das divugações. 

..........................................
MATÉRIAS VEICULADAS:

>Agência Fapesp | 01/02/2021
Análise sanguínea de pacientes com Covid-19 revela possíveis marcadores de gravidade e alvos terapêuticos

> Site HEB | 01/02/2021
Covid-19: Agência Fapesp divulga pesquisa da USP com pacientes do HEB

> Estadão | 01/02/2021
Análise sanguínea de pacientes com covid revela...

>Portal IstoÉ Dinheiro | 01/02/2021
Sangue de pacientes com Covid-19 pode indicar nível de gravidade da doença, diz USP

> Portal R7 | 01/02/2021
Covid-19: análise sanguínea revela possíveis marcadores de gravidade 


> Leia a matéria na íntegra, no portal Metrópoles.

> Jornal da Cidade de Bauru | 02/02/2021
Pesquisa da FOB identifica proteínas que podem "prever" piora da Covid-19

>Portal https://canaltech.com.br/ | 02/02/2021
Pesquisadores da USP conseguem identificar gravidade da COVID-19 pelo sangue

> Revista Exame | 03/02/2021
Pesquisadores da USP identificam gravidade da Covid-19 pelo sangue

> Portal Razões para acreditar | 04/02/2021
Pesquisadores da USP descobrem proteínas no sangue que podem ajudar no tratamento da Covid-19