39

Governo de SP expande operação e entrega 10 respiradores ao HEB e em em cidades do interior e Grande São Paulo para combate à COVID-19

- Cadastrada em: 09/06/2020, Ronaldo Diegoli, Assessoria de Comunicação e Imprensa Famesp

O Governo do Estado de São Paulo está expandindo a operação de entrega de novos respiradores para abrir mais leitos de UTI no SUS, com foco na assistência aos pacientes com COVID-19. Nesta terça-feira (9), mais 122 equipamentos vão para sete regiões do Estado, em 20 municípios. 

Em Bauru, 10 equipamentos serão instalados no Hospital Estadual de Bauru. Na região de Sorocaba, as Santas Casas de Tatuí e Capão Bonito receberão cinco respiradores cada. Outros 47 ventiladores serão enviados para hospitais estaduais e municipais localizados na região de Campinas: Hospital das Clínicas da Unicamp, em Campinas (10); Hospital Augusto de Oliveira Camargo, de Indaiatuba (5); Santa Casa Anna Cintra, de Amparo (5); Hospital Santa Bárbara, em Santa Bárbara D’Oeste (5); Hospital Municipal Walter Ferrari, em Jaguariúna (5); as Prefeituras de Sumaré, Americana e Hortolândia receberão cinco ventiladores cada e outros dois irão para Nova Odessa. Para Piracicaba, serão 10 unidades, sendo 5 para a Santa Casa de Rio Claro e 5 para a Sociedade Operária Humanitária de Limeira. 

Na Grande São Paulo, 30 equipamentos vão para os municípios de Barueri (10), Cotia (10), Guarulhos (5) e Taboão da Serra (5). 

O Hospital Regional de Registro, referência no Vale do Ribeira, terá mais 10 ventiladores. Na região de São João da Boa Vista, o Hospital Municipal de Itapira passará a contar com cinco equipamentos do tipo.

"Estes respiradores são essenciais para garantir tratamento de pacientes graves de COVID-19. O Governo do Estado de São Paulo está agindo rapidamente, tanto na aquisição, preparo e destinação destes equipamento em tempo hábil para a assistência dos pacientes por meio de serviços públicos de saúde", afirmou o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann.

Ontem (8), o Governador João Doria anunciou a entrega, nesta semana, do total de 830 novos respiradores para hospitais públicos do estado. "Cada respirador entregue significa um novo leito de UTI aberto na rede pública, seja municipal ou estadual", disse Doria. "Não há ninguém sem atendimento, nem ficará. Todo o sistema de saúde do estado de São Paulo está absurdamente sob controle desde o início desta pandemia, uma medida positiva que tem nos permitido controlar a pandemia de forma correta e dentro dos protocolos da saúde", completou o Governador.

Com a nova entrega de 650 respiradores que já chegaram da Turquia e estão em fase de preparo (veja abaixo mais informações), serão 1627 respiradores enviados para a capital, Região Metropolitana de São Paulo, interior e litoral. 

O Estado dobrou o número de leitos de UTI abertos desde o início da pandemia do novo coronavírus e mais que dobrou a capacidade de Terapia Intensiva, ultrapassando 7 mil leitos de UTI. Com a chegada de mais equipamentos, a rede seguirá em franca ampliação.

Operação de guerra: do avião ao hospital

A chegada dos respiradores no aeroporto de Guarulhos inicia uma operação de guerra para colocar em tempo recorde os equipamentos no leito de UTI prontos para serem usados por pacientes graves da COVID-19.  A operação envolve o deslocamento e escolta, do Aeroporto até o Centro de Convenções Rebouças, no Complexo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. 

No local, dezenas de equipamentos são checados diariamente. Abertos, verificados, montados, testados, calibrados, rechecados. Depois desse processo, são encaminhados para os hospitais já em condições para uso imediato, com a exigência de que serão instalados e usados para assistência aos pacientes com coronavírus. 

A corrida contra o relógio envolve diversas unidades pelo estado e vem sendo realizada no menor tempo possível. Da chegada no aeroporto ao leito de UTI, são apenas três a quatro dias. Os personagens envolvidos vão de motoristas de caminhão a profissionais de Engenharia Clínica do HC e médicos especialistas para que a calibragem dos equipamentos seja de alta qualidade. 

Todos os respiradores comprados pelo Governo do Estado ou recebidos por doações passam por essas etapas. Totalizam mais de 3 mil equipamentos para UTIs do SUS de SP. Desse total, já foram recebidos 1,6 mil equipamentos desde maio, com 1.249 entregas. 

A distribuição é técnica e feita para os locais com maior demanda de internações de casos da COVID-19, com estrutura e condição de abertura de novos leitos, permitindo ampliação da rede e da capacidade de atendimento. Novas remessas de respiradores serão entregues no decorrer de junho, permitindo assim um redirecionamento contínuo a outros municípios e hospitais de referência de todo o Estado.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado da Saúde